Carregando..

Lembra daquelas animações de canto de caderno em que você vai passando as páginas rapidamente e criando movimento? Usando o mesmo princípio, aprenda como fazer animações analógicas!

animação analógica

Animações são uma sequência de imagens, chamadas frames, que provocam a ilusão de movimento quando vistas rapidamente. Em grandes produções, cada segundo pode conter em média entre 16 e 24 frames! Ou seja, um só movimento envolve vários desenhos para que aquela ação seja fluida e completa.

Você já deve estar pensando que fazer uma animação analógica com desenhos feitos à mão dá um trabalhão né? Mas não se preocupe porque a animação que vamos mostrar aqui será bem simples e fácil de fazer.

Planeje a sua animação

A primeira coisa que você deve pensar é o que você vai querer animar. Crie um personagem simples de desenhar, pois você terá que reproduzí-lo várias vezes. Em seguida pense no movimento que ele vai fazer. Faça um pequeno storyboard com rascunhos da ação que você vai criar. Isso vai servir como um roteiro para te ajudar a dividir um movimento em frames principais.

No meu desenho de coelho, identifiquei três momentos chaves: o coelho parado, no ar e caindo. Se eu montar apenas esses três frames, a animação fica um pouco rígida, os movimentos incompletos.

animação analógica

Então, o que eu vou fazer em seguida será pensar nos frames entre esses principais. Isso me ajuda a planejar todo o arco de movimento e calcular quantos desenhos eu vou precisar.

Desenhe os frames

Só após esse planejamento começe a desenhar. Como os desenhos devem estar consistentes entre si, mantendo as mesmas proporções, uma dica é copiar um desenho por cima do outro. Usei folhas de ofício comuns e fiz o contorno com canetas nanquim para que, colocando outra folha de papel sobre o desenho, os traços dele ainda permaneçam visíveis.

animação analógica

Ah, o clipes de papel evitam que as folhas se mexem durante o processo! E se você estiver com dificuldades para enxergar o desenho por baixo da folha de cima, desenhe sobre uma mesa de vidro com um abajur por baixo. Para uma opção mais profissional, use uma mesa de luz.

E assim, frame por frame você começa a ver sua animação tomando forma!

Veja também: Dicas para digitalizar suas aquarelas

animação analógica

Digitalize e monte a animação

Quando todos os seus desenhos estiverem prontos, digitalize-os com uma câmera ou scanner. Em seguida, eu deixei todos os coelhos com fundo transparente. Sendo um trabalho curtinho, quis fazer minha animação em formato de GIF, o que até facilita na hora de montá-lo.São muitas as opções de sites e aplicativos de criar GIFs gratuitamente. Além de ser um formato excelente para compartilhar!

Para montar a animação, eu usei o Photopea, um site de edição de imagens gratuito com recursos similares ao Photoshop. Para fazer um GIF, abra um novo projeto e coloque cada desenho em uma camada diferente.  Para definir uma camada como frame, nomeie-a como “_a_” para que o programa a reconheça como parte do vídeo. Para definir a duração de cada desenho, ainda na nomeação da camada, coloque uma vírgula e a duração. 1s = 1000. Por exemplo, para 1 segundo, nomeie a camada como “_a_,1000”.

Para ver como está ficando, vá em Arquivo > Exportar como > GIF. Se estiver satisfeita com o resultado, salve o arquivo, ou continue editando.

Dicas para uma animação mais fluida

Nessa versão, o coelho sobe e desce muito rapidamente. Além disso, ele quase parece estar sendo lançado ao invés de pulando e cai sem nenhum impacto. Com isso é preciso acrescentar mais alguns frames para dar mais detalhes ao pulo.

animação analógica animação analógicaanimação analógica

Algo que se usa muito na animação é o conceito de “comprimir e esticar” e “antecipação”. O segundo frame do coelhinho encolhendo antes de pular faz com que ele fique mais dinâmico, além de antecipar o movimento. É basicamente como as pessoas dobram os joelhos antes de pular, sabe? E a mesma coisa vale pra ele sentindo o impacto quando cai no chão.

animação analógicaanimação analógicaanimação analógica

Para desacelerar a subida e a descida do coelho, copiei os dois frames abaixo, ajustando o ângulo. Isso só foi possível sem precisar desenhar novos frames, pois a posição do coelho não muda.

 

E com isso, cheguei no meu resultado final!

Esse tutorial mostra o básico de como fazer animações analógicas. Apesar de simples, você vai se surpreender com os resultados! Essas técnicas abrem muitas possibilidades criativas para começar e quem sabe, não dá vontade de fazer animações mais complexas?