Carregando..

No final de 2017, a Internet entrou em alvoroço com os novos episódios da série Black Mirror. Realidade virtual, consciência digital e controle da mente humana foram abordados no programa da Netflix.

Mas, não se engane: muita coisa pode logo deixar de ser ficção! Não estamos tão longe de algumas tecnologias. Já parou para pensar que vários recursos imaginados no desenho Os Jetsons, há algumas décadas, já são parte da nossa realidade?

O mundo empresarial está numa verdadeira corrida pela inteligência artificial! Em todos os setores, há uma busca desenfreada por inovação. Dá uma olhada no que está previsto para 2018.

Pílulas fazem o diagnóstico médico

Os Estados Unidos aprovaram a venda da primeira pílula inteligente. Produzida com sensores do remédio Abilify, que trata pacientes com esquizofrenia e transtorno bipolar, a pílula envia um aviso ao médico, ao cuidador ou ao paciente quando é ingerida, facilitando o controle do tratamento. Outras substâncias do tipo, com câmeras embutidas, estão sendo testadas para ajudar em diagnósticos.

Emagrecer sem ir à academia virou realidade

Ser fitness não será mais sinônimo de passar algumas horas por dia na academia. Dispositivos tecnológicos já são conectados ao usuário, mostrando o desempenho na corrida, na caminhada ou na natação. Os dados dizem o que é preciso fazer para se manter em forma. A isso, podemos somar o compartilhamento de vídeos de aulas de ginástica, que pode ser feita de forma simples, em casa.

Impressoras 3D são incorporadas pela indústria

Elas deixaram de ser um sonho distante. O futuro chegou! As grandes cadeias de produção já estão sendo substituídas pelas impressoras 3D, reduzindo custos, erros humanos e resíduos. A expectativa é que essa transição ocorra no processo de varejistas importantes e fabricantes de equipamento ainda em 2018.

Corrida pela inteligência artificial

Já há muitos aplicativos que detectam doenças e reconhecem rostos. A expectativa é que 2018 traga soluções para um problema: um chip que aguente essa tecnologia. Uma das empresas para ficar de olho é a norte-americana NVIDIA, que desponta na área.

Carro on demand

Imagine um serviço de assinatura para automóveis como os que já existem para televisão. O cliente paga um valor mensal para usar o carro pelo tempo que quiser. O pacote também inclui seguro e manutenção. O negócio deve prosperar com a tendência da população em não gastar tanto para ter um carro próprio.

Varejo tecnológico

Se comprar pela Internet facilitou muito sua vida, imagine não ter que esperar o prazo do correio para receber sua encomenda? Um drone sai lá da empresa e, em algumas horas, deixa o produto nas suas mãos. Sem falar nas lojas sem atendentes, em que você faz todo o processo sem ajuda de ninguém! A Walmart já pediu a patente de um serviço similar, que deve entrar em funcionamento logo. E a Amazon lançou o Amazon Go, supermercado que não tem caixa nem filas.