Carregando..

Segundo alguns estudiosos, estamos a caminho de uma terceira revolução industrial, que deve mudar a forma como pensamos o consumo. A promessa está nas impressoras 3D que, até pouco tempo, parecia tema de ficção científica. Sim, já existem equipamentos que imprimem modelos tridimensionais e estão gerando lucro!

A Loja Nama, por exemplo, trabalha com e-commerce de objetos decorativos inovadores, produzidos com material ecofriendly, um plástico biodegradável que não agride o meio ambiente. As peças são feitas em impressoras 3D e variam de R$ 99 a R$ 400. Criada em 2016, em São Paulo, a empresa já tem mais de 100 mil seguidores no Instagram.

impressoras 3d

Outra opção também em prática é o download de moldes para impressão em casa. O Smithsonian Institute, um conjunto de museus dos Estados Unidos, oferece uma coleção online de moldes tirados de seus acervos. Os arquivos podem ser baixados gratuitamente e impressos em casa. Tem de tudo por lá: fósseis, esqueletos de animais extintos, aviões, esculturas e muito mais.

Um futuro mais simples e barato

Em 2014, o documentário Print the Legend, da Netflix, já anunciava o poder das impressoras 3D, que podem facilitar as compras e destruir muitas riquezas. O vídeo fala de uma corrida para incorporar essa técnica às mais variadas áreas.

Se as oportunidades para uso pessoal são muitas, imagine na ciência e na indústria! Com a personalização permitida pela impressora 3D, será possível atender às necessidades de cada pessoa. Implantes de próteses serão feitos de forma rápida e econômica, próprias para cada corpo. E quem precisa de um transplante de órgão não ficará anos em uma fila. A expectativa é que os cientistas façam órgãos específicos para seus pacientes.

impressoras 3d

A acessibilidade também será uma das grandes beneficiadas. Cegos, por exemplo, já conseguem “ver” fotografias graças à impressora doméstica Buccaneer, que revela uma versão tridimensional da imagem, que é sentida pelo toque.

Na indústria automotiva, as peças em 3D serão mais fortes e seguras. Já alimentos, calçados e roupas poderão ser projetados rapidamente. Já imaginou poder comprar o código de um sapato da marca que você adora e imprimir na sua casa? Ou fazer o mesmo com o jantar de seu restaurante preferido?

Na educação, as impressoras tornarão o aprendizado mais divertido. Aulas de história, geografia, ciências e física poderão ser muito mais interessantes. Até mesmo construções, como casas, serão feitas a baixo custo, mudando a situação de populações vulneráveis.

Ainda faltam alguns passos para essa realidade. Os cartuchos devem estar bem afinados quando a lógica de consumo passar a depender deles. Mas, não se engane. Daqui a algumas décadas, você poderá imprimir quase todos os seus pertences direto do conforto da sua casa.

Gosta de tecnologia? Baixe grátis o nosso E-book de Fotografia para Instagram. Basta preencher o formulário abaixo: