Carregando..

Nos primeiros meses de vida, o bebê basicamente come e dorme! A não ser que a mãe fique trancafiada em casa, 24 horas por dia, haverá momentos em que a amamentação terá que acontecer em público. E não tem nada de errado nisso. Amamentar em público é um direito de toda mulher.

Como esse ato natural acontece desde que a humanidade existe, não haveria por que encararmos ele como um tabu! Mas, infelizmente, as mulheres nem sempre se sentem à vontade para dar o peito ao filho quando é necessário.

Ao serem julgadas e recriminadas por estarem alimentando suas crianças, algumas mães aderiram ao movimento das brelfies ou breastfieding selfies, a selfies de amamentação. Tudo começou com a top model Gisele Bündchen, que postou uma foto no Instagram em 2013. Antes de entrar na passarela, enquanto fazia cabelo, maquiagem e unha, a diva da moda amamentava seu bebê!

A imagem ganhou destaque no mundo todo e gerou discussões sobre o tema: por que a amamentação ainda é vista como um tabu? Outras mamães famosas, como Miranda Kerr e Gwen Stefani, entraram na onda, ajudando a mostrar que o ato é instintivo e nada censurável.

Liberte o mamilo
Há algumas décadas, grupos feministas começaram a questionar a cultura de pudor em torno do assunto. Depois que uma mãe foi advertida por amamentar dentro de uma loja da Victoria’s Secret, nos Estados Unidos, em 2014, o debate ganhou força.

O movimento Free the Nipple, Liberte o Mamilo, nascido em Nova York, encoraja mulheres a postarem fotos com os seios à vista, mostrando que não há diferença entre eles e os mamilos masculinos. Celebridades como Miley Cyrus e Cara Delevingne compartilharam cliques a favor da campanha. Outra ação é aposentar a lingerie e sair por aí com os mamilos livres. Muitas famosas já passaram por tapetes vermelhos assim.

Por aqui, também há muitos casos. Em São Paulo, uma mãe foi proibida de amamentar no Sesc Belenzinho, o que gerou revolta de muitas mulheres e resultou no Mamaço, protesto que levou milhares a amamentar em público juntas. Em 2017, a manifestação aconteceu em 95 cidades do Brasil, com o tema Todos Juntos pela Amamentação.

Chega de constrangimento
A luta das mães por uma amamentação livre de preconceitos tem gerado bons resultados. Em vários estados, há leis que garantem esse direito em público. A legislação está apenas colocando no papel uma lei natural que garante nossa sobrevivência: a amamentação de peito aberto.

Aproveite para conhecer os Cursos Criativos da Casa Beta. Clique aqui e saiba mais.