Carregando..

Quem decide empreender enfrenta diversos desafios durante a sua trajetória, seja no início da empreitada ou até mesmo depois de ganhar experiências na área. Diante de tantos desafios, muitos abandonam o sonho de serem seus próprios chefes. Mas não precisa ser assim. O melhor antídoto para a falta de experiência no mundo dos negócios é anotar os conselhos de quem já errou: outros empreendedores. A troca de conhecimento e informações pode ser o caminho para contornar as dificuldades que você está tendo com o seu negócio. Por isso, trouxemos 6 grandes desafios do empreendedor e algumas dicas e experiências de quem já passou por alguns deles.

Veja também: Como criar um negócio criativo com a sua cara

  • Lidar com a inexperiência 

A falta de experiência e de conhecimento na hora de começar a empreender é uma das dificuldades mais comuns da área. Gerenciar as diversas áreas de uma empresa é bastante complicado e pode parecer muito difícil para ser feito por uma pessoa só. 

A solução encontrada por diversos empreendedores foi parecida: ler muito para aprender sobre o assunto e procurar mentores – pessoas que já passaram por situações similares e que podem transmitir seus conhecimentos e experiências, além de acompanhar os passos do seu negócio.

  • Formalizar o negócio

É comum começar um negócio de maneira intuitiva e informal, geralmente, a abertura de fato acaba sendo uma consequência de alguns testes e de uma primeira divulgação boca a boca. Porém, se a ideia ganhar fôlego, formalizar o negócio se torna um processo fundamental e os benefícios são inúmeros como acesso a programas públicos de incentivo, facilidade para solicitar empréstimos e financiamentos, reconhecimento de consumidores e instituições financeiras, etc. 

grandes desafios do empreendedor

Porém, o passo a passo desse processo pode ser um grande desafio. Nesse momento, o suporte de profissionais de advocacia e contabilidade é bem interessante para driblar qualquer impasse. Algumas empresas também prestam esse tipo de ajuda e abrem a empresa para você, como a Agilize e a Contabilizei. Outra referência importante é o SEBRAE: os escritórios da entidade são focados em fomentar o empreendedorismo e têm profissionais capacitados para orientar novos empreendimentos.

  • Conseguir os primeiros clientes 

Esse é um dos principais e primeiros grandes desafios do empreendedor, convencer consumidores a adquirirem um produto/serviço novo ou uma marca nova não é tarefa fácil. A primeira dica está em apostar no boca a boca – especialmente se seu dinheiro para investir em marketing é curto. Vitor Souza Bastos, fundador da agência de talentos Tambor, declara que “antes de partir ativamente para o mercado, acionamos os nossos principais aliados e falamos com toda a nossa rede de relacionamento pessoal. Através de um amigo, com duas semanas de empresa, fechamos nosso primeiro negócio, conta também a revista EXAME.

Depois, é essencial traçar o perfil do seu cliente ideal – sua persona, e tentar vender seus produtos, sem nenhuma artimanha, como promoções. Segundo Hugo Bernardo, da empresa de eventos Eventbrite Brasil, a solução é falar com o maior número possível de potenciais clientes e entender qual o perfil do seu cliente ideal. “Em vez de usar descontos para empurrar seu produto para um cliente que não valoriza sua visão, é mais produtivo encontrar seu nicho e desenvolver novas funcionalidades a partir das necessidades desses clientes-chave”, desenvolve ele a mesma revista. 

Depois, aproveite os seus resultados iniciais para conquistar novos clientes. É importante mostrar os resultados e a satisfação dos primeiros clientes a fim de conquistar outros mercados. 

  • Saber planejar e priorizar as atividades do negócio

Na vida de empreendedor iniciante, saber qual tarefa é mais importante dentre tantas responsabilidades é um desafio e tanto. São tantas responsabilidades e obrigações que é comum se perder em meio a tantas atividades.

Para amenizar esse problema existem duas dicas essenciais: a organização pessoal e formação de times. Primeiro, é importante entender quais são aquelas atividades que precisam da sua atenção prioritária e quais são aquelas que podem ser repassadas para outras pessoas. É claro que para as pequenas empresas que contam com poucos funcionários, isso pode ser um desafio, mas é possível dividir tarefas de forma inteligente e dar maior autonomia para as equipes e/ou pessoas. 

Gostou de entender alguns dos grandes desafios do empreendedor? Que tal amenizar alguns deles com nossa seleção de cursos de negócios?