Carregando..

É bem provável que os livros do próximo século definam nossa época como a era do DIY. Abreviação para Do It Yourself, ou Faça Você Mesmo em português, a sigla virou símbolo da vida no século 21!

Botar a mão na massa para consertar algo na sua casa, dar outra vida a objetos ou até mesmo criar algo do nada pode ter efeitos surpreendentes na sua vida. Além de deixar tudo com a sua cara, com resultados mais autênticos e menos industrializados, os projetos manuais estimulam o cérebro e o bem-estar.

Faça você mesmo

Sua vida pode mudar se você aderir ao estilo de vida DIY. Mas, como?

  • Relaxante: exercitar seu lado criativo diminui a ansiedade e o estresse. Seus problemas praticamente somem quando suas mãos estão a todo vapor, dando vida a objetos.
  • Emoções equilibradas: usar as mãos para criar algo faz com que sua mente se sinta livre para resolver o que está te atrapalhando. Enquanto você transforma objetos, seu cérebro também trabalha, com pensamentos que ajudam a solucionar seus problemas.

Faça você mesmo

  • Autoconfiança: quando algo se transforma na sua frente, você percebe que tem muito mais habilidades do que imaginava. A descoberta de suas capacidades revela que muitas coisas que compramos poderiam ser feitas em casa, como um colar ou uma saia. Sempre que passar por uma vitrine, você vai se perguntar “eu poderia fazer isso?”.
  • Corpo em forma: dependendo do projeto, você pode ser forçada a fazer esforços físicos. Instalar um novo piso, por exemplo, faz com que você mexa o corpo, o que ajuda na saúde e pode acabar com os quilinhos extras.
  • Muito aprendizado: sabe aquele encanamento que estourou? Ou o chuveiro que queimou? Quando você começa a consertar o que está quebrado pela casa, mais habilidades surgem! Em pouco tempo, não será mais necessário pagar um técnico. Você será capaz de resolver vários problemas sozinha e sem medo!
  • Nada de tempo jogado fora: em vez de passar horas em frente à TV, você usa seu tempo livre de forma muito mais saudável, exercitando a criatividade.
  • Vício positivo: quanto mais você desenvolve habilidades manuais, mais produtos é capaz de fazer. Selos, chapéus, cartões, roupas, acessórios… Tantas opções vão te fazer uma amiga melhor, sempre com um presentinho para as pessoas que estão ao seu redor!
  • Casa sempre decorada: O DIY é um jeito fácil e barato de manter a casa com a sua cara e na moda. Nada melhor que um lar bem aconchegante, do seu jeitinho, com uma decoração única, não é mesmo?

Faça você mesmo

  • Renovação do guarda-roupa sem gastos: alguns ajustes nas suas roupas podem deixá-las no estilo que você deseja. Você sempre terá a mão looks fashion e, claro, peças únicas.
  • Estampas só suas: o movimento faça você mesmo cria oportunidades de expressão da individualidade de diferentes maneiras. Suas estampas serão sempre personalizadas. Ninguém terá algo igual.
  • Autossuficiência: fazer consertos e criar sua própria roupa, decoração ou acessórios é sinal de que você finalmente entrou no modo adulto! E, olha que legal, de uma forma muito divertida!

Faça você mesmo

Essas e outras mudanças provocadas pelo DIY fazem com que você olhe para a sua casa, e para a sua vida, de maneira bem diferente. Quando tem esforços seus no azulejo do banheiro, na instalação da torneira da cozinha ou no quadro que enfeita a sala, andar pela casa dá mais satisfação!

E aí, vai aderir ao mundo do faça você mesmo? Que tal começar por uma lista do que você quer trocar no seu quarto? Mudanças simples podem levar a transformações muito interessantes no seu dia a dia!

Que tal começar a exercitar a sua criatividade com os arranjos de flores? Baixe grátis o nosso E-book de Arranjos Florais e se inspire para criar composições florais autênticas.

Faça você mesmo